15 de febrero de 2009

Brasil 1510-1521

1510.
Dá á costa na Bahia de Todos os Santos hum navio Portuguez. A maior parte da tripulação e passageiros morreo ou no naufragio ou ás mãos dos Indigenas. Diogo Alvares Corrêa porém consegue a sua salvação e até fazer-se respeitado e amado desses póvos anthropophagos por ter podido salvar comsigo huma arma de fogo, com a qual ajudou-os a debellar e vencer os seus formidaveis inimigos. Denominarão-o por isso o Caramurú, que quer dizer o homem de fogo.
1515.
João Dias Solis ao serviço da Hespanha percorre a costa do Brasil desde o Cabo de Santo Agostinho até o Rio da Prata, ao qual deo o seu nome (e, posto que este rio tivesse perdido o nome de Solis para receber o de Prata, comtudo ainda hoje ha o rio de Solis que nelle desagua, e que conserva immortal o nome deste illustre navegante). N'esta viagem descobre elle a Bahia de Nictherohy, depois chamada do Rio de Janeiro. (É grave questão quem tenha sido o descobridor desta Bahia, si Americo Vespucio, si Gonçalo Coelho, si Solis, si Magalhães e Falleiro, ou si Martim Affonso. Alguns AA. até querem que tivesse sido em 1501. (V. Pizarro, Memorias do Rio de Janeiro; e Varnaghen, Notas ao Roteiro de Pero Lopes)). Esta expedição deo lugar a questões de limites e a reclamações entre Portugal e Hespanha, sobretudo á vista da celebre decisão do Papa Alexandre 6. º. O Imperador Carlos 5. º, então Rei de Hespanha, attendeo a todas as reclamações, e até punio os implicados em semelhante expedição como quebrantadores da paz entre os dous Reinos.
1519.
Entrão na Bahia do Rio de Janeiro os celebres Portuguezes Fernando de Magalhães, e Ruy Falleiro, então ao serviço de Hespanha, os quaes se destinavão a fazer o primeiro giro á roda do globo (13 de Dezembro). Partem ao depois para o seu destino; e Magalhães dá o seu nome ao estreito que communica o Atlantico ao Pacifico no S. da America entre a Patagonia e Terra-do-Fogo.
1521.
Morre El-Rei D. Manoel (13 de Dezembro).--Durante o seu reinado toda a attenção estava absorvida pela India, cujas riquezas já de muito erão conhecidas na Europa; de sorte que, não merecendo cuidado o Brasil, apenas se enviarão a povoar e colonisar o paiz degradados, criminosos, prostitutas emfim a escória da sociedade. Taes forão por muito tempo os primeiros colonos!
1521.
Sóbe ao throno D. João III, filho e successor de D. Manoel.--Melhor informado que seu Pae, e por isso muito esperando das novas terras na America, leva este Rei sua attenção para as colonias em geral, e muito especialmente para o Brasil.

Leia também: Brasil 1500-1503

No hay comentarios.:

Publicar un comentario